terça-feira, julho 11, 2006

Ainda sobre a ordem e o caos


Caro Diego

Receio que nosso acordo não seja tão grande quanto você pensa. Gostaria de insistir num ponto. Você afirma que “ao menos não existe um caos tamanho que possibilite o surgimento de matéria”. Essa, a meu ver, é uma afirmação temerária, pois, na verdade, podemos afirmar apenas que não temos a experiência de ver a matéria surgir de tamanho caos, e não de que ele, de fato, não exista. Temos sim a experiência das transformações da matéria, mas a origem desta permanece oculta às nossas percepções. Não entendo por que você considera o argumento da subjetividade humana válido, mas, ao mesmo tempo, abominável em relação às leis físicas e químicas. Não estou segura, mas parece-me que a física quântica já admite a possibilidade de que não haja imparcialidade do sujeito em relação aos movimentos das partículas atômicas. Também não vejo como se possa demonstrar que se partirmos do pressuposto de que em tudo há subjetividade humana deveríamos declarar um caos absoluto. Ora, subjetividade não é igual a caos. Ao contrário, do modo como a subjetividade foi por mim expressa, pode-se dizer que ela tem uma estrutura própria de ordenação dos materiais apreendidos. A questão seria: é o universo que possui ordem ou é nossa subjetividade que o ordena de modo a torná-lo o mais compreensível possível?

3 comentários:

Diego F. G. Fleuringer disse...

O que quiz dizer a respeito da subjetividade, seria que, ao meu ver, se formos declarar que o ser humano é subjetivo em suas analises ciêntificas, deveriamos também declarar que o ser humano é quase incapás de através dessas analises chegar a verdade ou realidade. Digo verdade e realidade no sentido absoluto da coisa.
Logo, se o ser humano fosse incapás disso, poderiamos duvidar de todos os postulados e teorias cientificas, pois todas elas seriam passiveis de falar apenas inverdades.
Essa era a situação caótica a qual me referia; completa incertesa com relação a veracidade da ciência.
Porem se formos adimitir que o universo É caótico, como poderia haver algum postulado ciêntifico que correspondece a verdade e fosse ordenado?
Claro que desse caos não temos prova segura. Se adotarmos a subjetividade como o que impõe ordem, também não temos prova segura de uma ordem verdadeira. Não vejo como encontrar a verdade nessa incrusilhada de possibilidades.

Nicolas disse...

O caos do universo se remete a uma questão de "nível" de entropia do mesmo, ou seja, como um gás num recipiente fechado contém suas moléculas jogadas em movimentos praticamente aleatórios tem-se o nível de desorganização dessas moléculas. Sob uma óptica física o caos representa o "tanto de incerteza" que temos acerca de dado movimento de um objeto ( seja ele um neutrino - partícula sub-atômica - seja ele uma galáxia ).
Por ex. Você sabe que tal pessoa existe e por meio de investigações - perguntando para alguém por ex.- e descobre que esta pessoa vai ao shopping nos domingos. Digamos que a pessoa é suspeita de um crime ou coisa parecida e você precisa seguir essa pessoa, saber exatamente onde ela está em tais horas. Por meio de perguntas que você faz a outras pessoas elas te indicam que esta pessoa esteve ou passou por tal lugar. Certamente você teria que lidar com informações falsas, mas também com informações verdadeiras e você então tem que trabalhar com um "campo" de certeza, quer dizer: que tal pessoa estará lá em tal hora não é certeza, mas que estará perto de lá em tal "dia" é certeza. O caos nisso tudo diz exatamente isso; você sabe que tal coisa está em tal lugar, no shopping por ex. Mas não sabe dizer em qual andar, loja e o que esta está fazendo lá, mas você sabe que a sua margem de erro é o shopping. Sabendo que esta está no shopping você cria uma área de probabilidade de encontrar esta pessoa. Na área do shopping é 100% possível, fora dele é 0% possível. A incerteza e o caos se dão por que o shopping é muito grande e a pessoa é muito pequena, para acha-la lá dentro é extremamente complicado. Com isso eu pergunto; será um problema da "lógica" do ser humano não conseguir encontrar esta "pessoa" no shopping ou será um problema de tecnologia?
Quando se fala em "caos" do universo então se fala de coisas que sabemos com certeza, por ex que a Terra gira em torno do sol, mas que há uma incerteza probabilística em afirmar que, se for o caso de uma catastrofe, um cometa nos atingirá em tal dia e em tal hora e em tal lugar. Afirmar isso apenas com um equipamento de alta tecnologia.

Nicolas disse...

afirmar isso, seria possível, apenas com um equipamento de alta tecnologia.*